domingo, 26 de março de 2017

Momentos inspiradores das cores


Lírios pequeninos, crescem à beira dos caminhos, nos pinhais, flores naturais, puras com a chuva, muito simples, perfeitos.
Lírios inspiradores de pintores, Van Gogh os eternizou.


Cidália Rodrigues

Simplesmente



Amar em palavras
Simplesmente basta

Encher o Mar de amor
Não gasta

Deslumbra

Enriquece

O mundo que tanto se desgasta

Por falta de amor

Que se esquece
Que amar
É a arte maior, alegra
Cria e perdura



Cidália Rodrigues

sábado, 25 de março de 2017

Saltitando



Titubeando
Vai saindo o gracejo
Na troca de um beijo
Que não é desejo
Apenas um beijo
Titubeando
Harmonizando
A rima, a melodia
Na graça saltitando
Sobre as teclas do piano
O som da palavra lavrada
Que o piano replicava
Palavra amada
Titubeando
Após longo tempo de espera
Saía o gracejo
O beijo
Vinha o tema
Da letra do poema



Cidália Rodrigues

sábado, 18 de março de 2017

A abelha



Lá ia a abelha
Sobre a flor
Voando
Pousando
Deliciando
Lá ia a abelha
Sobre a flor
Pousando


Cidália Rodrigues

quarta-feira, 15 de março de 2017

Não me importa



Não me importa

Que aos olhos dos outros seja triste

Não me importa

Que me vejam com desagrado

Não me importa

Que me vejam com ar de abandono

Sou feliz, mesmo sem rir à gargalhada

Sou feliz, porque fui bem educada

Sou feliz, porque ajudo o necessitado

Vim ao mundo para sofrer um mau bocado

Mas nem por isso desisto

Enfrento de olhos tristes que não são tristes

São reais, são controlados, são brilhantes,

São amados

Esse é o contentamento

Em que vivo em qualquer momento

Porque disto é feita a vida

De respeito

É disso que faço em tudo ao que me proponho

E nada da minha vida me envergonho




Cidália Rodrigues


terça-feira, 14 de março de 2017

A praça



Sem graça
Na praça
Nem criança
Que passa
Apenas os velhos
À tarde sentados
Lhe dão graça
Ouvem os pássaros



Cidália Rodrigues